Quando os planos se vão…

Faltam menos de 5 dias para meu aniversário de 21 anos (não, eu não gosto de aniversários), e eu estava pensando quando foi que mudei o plano da minha vida.

tumblr_mdtd4pSDkP1qbodeko1_400

Lembro que quando era adolescente o plano era crescer, ter 18 anos e sair de casa, essa era a fórmula da felicidade, ficar maior de idade! Isso transformaria a vida em uma incrível perfeição; traria emprego, casa, festas rs. Mas quando é que nós crescemos de verdade? Esses planos mudam de uma forma tão grande, e muitas vezes imperceptível.

Quando ficamos maior de idade essa grande ilusão de adolescente se desfaz e traz com ela uma frustração, uma sensação de que nada foi feito até ali. Te deixando amargurado e inseguro das suas decisões futuras.

É importante frisar o fato da adolescência ser um período de libertação, onde se imaginar fora daquela realidade é algo absolutamente normal.

Ao atingir  a maior idade nos vemos com novos sonhos, e nos vemos diferentes, apesar de todas as inseguranças, é engraçado que nada muda, a não ser você e sua idade. Todos os sonhos da adolescência se tornam tão bobos e você se vê com outras prioridades, que quando era mais novo nem chegou a imaginar. Os planos mudam quando você está preparado para vivê-los, quando se propõe a isso, quando busca essa mudança interna. Poderiamos chamar também de maturidade (para algumas pessoas).

A maturidade seria a preparação para enfrentar os caminhos da vida, e não é fácil ser maduro. Ser maduro é sofrer, é enfrentar problemas dos quais ninguém pode te salvar, é se meter em problemas rs. Mas ser maduro é ter plena consciência do que se quer e do que se faz.

Não existe manual da perfeição, claro que para um adolescente morar com os pais é um saco, para quem está na faculdade, ela é cansativamente (essa palavra existe? rs) um saco, para quem está formado, e tem aquele emprego que odeia, um grande saco.

O ser humano precisa de novos planos, sonhos, é isso que nos move, que nos motiva a continuar. Porque sem sonho, o que nós somos? O que somos sem uma meta? Meros coitados que não conseguem mais sorrir, sentir. E não podemos deixar de sentir, é isso que nos torna humanos!

Viva, sinta, sonhe…e claro vá atrás dos seus sonhos, e tenha em mente que nada vai ser perfeito, nem mesmo aquele emprego tão sonhado há anos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s